NUNO BRANDÃO COSTA E A CASA DE COIMBRA
14 OUT - 09 DEZ 2017

A Parede da Circo de Ideias tem 11,72 metros lineares. A partir do dia 14 de Outubro de 2017, a Parede vai acolher um ciclo de exposições que ensaia compreender o trabalho de um determinado autor, ou colectivo, a partir de uma só obra.

A primeira Parede propõe uma leitura do trabalho do arquitecto Nuno Brandão Costa a partir do projecto da Casa de Coimbra, um projecto ainda em fase de execução, que continua a desenvolver-se no atelier, entre outros projectos. Na Parede, isolada das restantes obras, esta exposição permite-nos ver a singularidade do processo de Nuno Brandão Costa.

O acto de criação implica um processo de avanços e recuos, momentos de impasse, de deambulação pela História, de atenção ao presente e de confronto com o projecto (que é como quem diz: o futuro). Na Parede da Circo de Ideias vamos encontrar o projecto da Casa de Coimbra em construção através de um conjunto de fragmentos (esquissos, colagens, desenhos rigorosos, maquetas) que revelam analogias, desencadeiam afinidades com outras arquitecturas e, finalmente, manifestam o drama da escolha do arquitecto. Do lote vazio ao licenciamento, Nuno Brandão Costa conversa com Adolf Loos, Le Corbusier ou Rem Koolhaas.

A exposição inaugurou no passado Sábado, 14 de Outubro, às 17 horas, com uma conversa entre Nuno Brandão Costa e a Circo de Ideias. A exposição estará patente na Parede até ao dia 9 de Dezembro.