GUINÉ-BISSAU, 2011 / ANA VAZ MILHEIRO

(PT) 
Ana Vaz Milheiro foi à Guiné-Bissau à procura da arquitectura do Estado Novo. No âmbito do projecto de investigação «Os Gabinetes Coloniais de Urbanização – Cultura e Prática Arquitectónica», viajou na companhia de Eduardo Costa Dias, sociólogo e visita constante na Guiné desde a independência, e Paulo Tormenta Pinto, arquitecto. Até ao desembarque, a imagem que Ana Vaz Milheiro tinha da Guiné-Bissau baseava-se nas pesquisas documentais, iniciadas três anos antes, recolhidas em livros e opúsculos, desenhos, projectos e documentos. Do cruzamento das imagens dos edifícios com os projectos arquivados em Lisboa saíram as primeiras narrativas sobre Bissau. Faltava, no entanto, o confronto com a cidade real. O livro faz parte da colecção Viagens, cujo objectivo é construir um mapa afectivo de viagens singulares realizadas por personagens reconhecidas da cultura arquitectónica. Um roteiro pelos vários continentes, mas também pelo universo dos autores.

— 
10.00 EUR / Circo de Ideias 2012 / autora: Ana Vaz Milheiro / prefácio: Eduardo Costa Dias / 160x210 / 52p / PT / design: R2 / isbn: 978-989-95995-6-7